Total de visualizações de página

sexta-feira, 26 de maio de 2017

POR TI, PERDI O MEDO


POR TI, PERDI O MEDO

Por ti, perdi o medo.
Desbravei o deserto.
Enfrentei o mundo.
E, senti-me completo.

Por ti, cometi loucuras.
Atravessei oceanos.
Suportei amarguras.
E, alguns desenganos.

Por ti, amei sem duvidar.
E, senti como nunca senti.
Os dias, e as noites de luar.

Por ti, senti o que senti
Ao te abraçar. 
E, ficar perto de ti.

Luís Filipe D. Figueiredo

Todos os direitos reservados
Lei de Direitos de Autor (Lei 9610/98)

Nenhum comentário:

Postar um comentário