Total de visualizações de página

sexta-feira, 2 de junho de 2017

SÓ, E AMARGURADO


SÓ, E AMARGURADO

Só e amargurado.
Caminho sem caminhar.
E, mantenho-me parado.
Num espaço, sem lugar.

Sem triunfos. 
E, sem amor.
Surgem arrufos.
Que me provocam dor.

Só, e amargurado.
Caminho sem caminhar.
E, mantenho-me calado.

Com a alma a chorar.
Entristecido, e magoado.
Caminho sem te encontrar.

Luís Filipe D. Figueiredo

Todos os direitos reservados
Lei de Direitos de Autor (Lei 9610/98)

Um comentário: